IInformação sobre lúpus, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento do lúpus, assim como formas de prevenção de surto de lúpus.


Evolução do lúpus

Há Lúpus muito “bonzinhos” que se ficam pelo atingimento da pele e articulações (embora o envolvimento deste órgãos possa ser bastante severo e incapacitante em alguns doentes) e Lúpus muito graves com envolvimento de múltiplos órgãos que podem pôr em risco imediato a vida do doente se não forem tratados com rapidez e “agressividade”.
A evolução do Lúpus é imprevisível. Geralmente é uma doença que não se torna muito grave mas, sem tratamento, pode tornar-se grave e mortal.
Quando bem orientado e tratado, pode viver-se com Lúpus com muito boa qualidade de vida (isto é, mantendo uma vida normal).
Ou seja, é uma doença incurável, como tantas outras, mas pode ser controlada sob tratamento adequado. Apesar disso, as pessoas com Lúpus têm maior tendência para problemas médicos e estes podem, por vezes, necessitar de internamento hospitalar.

Definição de lúpus

O lúpus é uma condição na qual o sistema imunitário torna-se muito activo. É uma condição que afecta mais as mulheres do que os homens ( no caso das mulheres, especialmente as mais jovens com idades entre os 15 e 50 anos), e é caracterizada por grandes flutuações. Os sintomas mais comuns são fadiga, dores, erupções na pele (por vezes sensível ao sol). Complicações mais graves podem afetar rins, cérebro ou envolvimento no sangue. Aproximadamente um em cada cinco de todos os pacientes, tem tendência  a sofrer de coagulação do sangue espontâneo (síndrome de Hughes).
Embora o lúpus seja uma doença grave e, por vezes fatal, os resultados de tratamento têm melhorado reconhecidamente. Com um diagnóstico e tratamento correto, a maioria dos casos podem agora esperar uma vida normal.



ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL