IInformação sobre lúpus, causas, sintomas, diagnóstico e tratamento do lúpus, assim como formas de prevenção de surto de lúpus.


Lúpus de doença renal

O lúpus eritematoso sistêmico pode causar inflamação nos principais órgãos. Em muitos casos, se não mesmo a maior parte das pessoas com lúpus apresentam algum envolvimento dos rins. Por vezes, os rins não são afetados de uma forma séria , mas "nefrite lúpica", uma complicação potencialmente grave de lúpus, pode ser muito grave e muitas vezes requer tratamento médico imediato para evitar danos permanentes .
A nefrite do lúpus tem muito poucos sinais ou sintomas, podendo ocorrer sem ser detetado por um longo período de tempo. É por isso que se torna importante que as pessoas com lúpus façam exames médicos regulares, incluindo exames de urina, mesmo que estejam sentindo-se bem, ou mesmo que o lúpus acalme durante meses ou anos.

COMO O LÚPUS AFETA OS RINS
Os rins são dois órgãos em forma de feijão, localizados no meio das costas, abaixo da caixa torácica, um de cada lado da coluna vertebral. Cada um tem o tamanho de um punho. A principal função dos rins é remover os resíduos e outras toxinas do corpo. Cada rim tem cerca de um milhão de filtros minúsculos, ou glomérulos. Cada glomérulo é anexado a um túbulo. O sangue é filtrado no glomérulo, e resíduos e água extra são recolhidos no túbulo, onde se tornam urina. Os movimentos de urina dos rins para a bexiga através de tubos chamados de ureteres são depois passados para fora do corpo.
No lúpus sistêmico, o sistema imunitário é hiperativo, produzindo anticorpos para os próprios tecidos do corpo. Os anticorpos combinam com o material proteína denominado ' antigénios' para formar complexos imunitários. Eles podem causar inflamação, morte celular e cicatrização em qualquer órgão, inclusive nos rins, onde pode ficar preso pelo sistema de filtragem dos rins. Quando os rins estão inflamados ou com cicatrizes, a sua capacidade para fazer este trabalho é prejudicada, e as células vermelhas do sangue ou proteínas, que são normalmente mantidas na corrente sangüínea pelos rins, pode vazar na urina. Os testes podem também mostrar que os rins já perderam alguma da capacidade de remover os produtos residuais do sangue, o que pode tornar-se muito grave. Proteínas do sangue como a albumina são perdidas através da urina, e os níveis podem cair na corrente sangüínea (por isso, os testes de albumina sérica são úteis no diagnóstico de problemas renais). Albumina ajuda a regular a quantidade de fluido no corpo.
Quando há uma quantidade insuficiente de albumina, o fluido pode acumular-se na face, mãos, pés ou tornozelos e causar inchaço ou edema que podem piorar ao longo do tempo.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL